Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Filmes da franquia Jornada nas Estrelas
Avatar do usuário
Adama
Administrador
Mensagens: 865
Registrado em: Qui Mar 05, 2015 5:35 pm
Localização: Astronave de Combate Galactica
Contato:

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Adama » Sex Jul 01, 2016 10:43 am

Mesma história aconteceu com Star Trek: Além da Escuridão, no fim houve várias pré-estreias antes da estreia oficial por aqui. É incompreensível essa atitude da "Palermount" brasileira, num momento onde os principais lançamentos de cinema ocorrem no Brasil simultaneamente com os EUA (no caso dos filmes da Marvel, até uma semana antes). Eles vão colocar esse filme aqui quase 3 meses depois, quando já estiver bem pirateado na internet.
So Say We All!

Ricardo Melo
Comandante
Mensagens: 388
Registrado em: Seg Abr 06, 2015 9:38 am

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Ricardo Melo » Seg Jul 25, 2016 2:17 pm

Paramount resolveu abrir uma pré-estreia em IMAX na próxima semana no RIO e Sampa para os fãs

Pré-estreia de "Star Trek: Sem Fronteiras" em salas Imax
Quando: 30 de julho de 2016
Onde:
SÃO PAULO
Espaço Itaú de Cinema, sala Imax (LEG)
Shopping Bourbon (Rua Palestra Itália, 500 - Perdizes)
Horários: 21h30 e 0h

RIO DE JANEIRO
UCI (NYCC) - Sala Imax (LEG)
Shopping New York City Center (Av. das Américas, 5000 - 301 - Barra da Tijuca)
Horários: 21h30 e 0h05
Mais informações: www.ingresso.com

Avatar do usuário
Adama
Administrador
Mensagens: 865
Registrado em: Qui Mar 05, 2015 5:35 pm
Localização: Astronave de Combate Galactica
Contato:

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Adama » Seg Jul 25, 2016 3:47 pm

Ricardo Melo escreveu:Paramount resolveu abrir uma pré-estreia em IMAX na próxima semana no RIO e Sampa para os fãs

Pré-estreia de "Star Trek: Sem Fronteiras" em salas Imax
Quando: 30 de julho de 2016
Onde:
SÃO PAULO
Espaço Itaú de Cinema, sala Imax (LEG)
Shopping Bourbon (Rua Palestra Itália, 500 - Perdizes)
Horários: 21h30 e 0h

RIO DE JANEIRO
UCI (NYCC) - Sala Imax (LEG)
Shopping New York City Center (Av. das Américas, 5000 - 301 - Barra da Tijuca)
Horários: 21h30 e 0h05
Mais informações: http://www.ingresso.com


Palermount BR segue sendo Palermount. O Brasil, agora, se resume a Rio e SP. :evil:
So Say We All!

jose jimenes
Tripulante
Mensagens: 28
Registrado em: Qua Abr 08, 2015 8:07 am

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor jose jimenes » Sex Jul 29, 2016 10:52 am

Eu me recuso a pagar mais de 70 reais pela inteira para a pre-estreia em IMAX aqui em SP ... deve haver mais pré-estreias com preços normais, assim espero !
:(
Centro de Treinamento de Imigrantes
Projeto Mercury - NASA

Avatar do usuário
VR5
Capitão
Mensagens: 448
Registrado em: Qua Abr 01, 2015 7:42 pm

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor VR5 » Sex Jul 29, 2016 11:11 am

Por 70 reais eu espero sair em Blu-ray 3D e assisto no conforto de casa...

Ricardo Melo
Comandante
Mensagens: 388
Registrado em: Seg Abr 06, 2015 9:38 am

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Ricardo Melo » Qui Set 01, 2016 10:20 am

Ação de Marketing da Paramount aqui no Brasil.

Star Trek 3 inspira ação da Paramount que faz fãs voarem em shopping em SP

Imagem

Os fãs paulistanos que passarem pelo Shopping D entre os dias 1º e 30 de setembro terão uma surpresa – a Paramount está promovendo uma ação promocional inspirada em Star Trek: Sem Fronteiras que permite aos fãs experimentarem a sensação de estar em “gravidade zero”, no espaço.

Com um tubo vertical de 17 metros de altura, uma roupa especial para os fãs e turbinas poderosas, a brincadeira faz os fãs voarem alto como se a força da gravidade não estivesse agindo sobre eles.

O tubo fica no estacionamento externo do Shopping D, das 12 as 19h, e cada “vôo” de um minuto e meio na máquina de ventania custa em torno de R$65. O Shopping D fica na Av. Cruzeiro do Sul, 1100, no bairro do Canindé




Fonte: Observatório do cinema

Avatar do usuário
Adama
Administrador
Mensagens: 865
Registrado em: Qui Mar 05, 2015 5:35 pm
Localização: Astronave de Combate Galactica
Contato:

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Adama » Ter Set 06, 2016 7:47 pm

Bem, assistido finalmente. Achei que, tirando uma ou outra cena com excessos à la Velozes e Furiosos (como a de Kirk pegando a Jaylah em pleno salto de moto, e a fuga desenfreada e confusa da seção-disco da Enterprise), o filme equilibrou bem os momentos de ação com os de personagens. Estes, aliás, bem tratados em um roteiro que tudo fez para aproximá-los ainda mais das caracterizações da Série Clássica. Sofia Boutella muito bem como Jaylah, espero que retorne no próximo filme substituindo Chekov na Ponte de Comando. O ponto fraco, de novo, é o vilão interpretado pelo ótimo Idris Elba, na maior parte do tempo irreconhecível sob maquiagem - motivação fraca, mal motivada, pouco ou quase nada se explica sobre sua mudança de aparência. Podiam ter cortado alguns momentos de ação dispensáveis para focar um pouco mais nele. Muito boas as referências / homenagens à Série Clássica e Enterprise. Uma pena a péssima divulgação da Paramount aqui no Brasil, que certamente resultará numa baixa arrecadação na bilheteria.
So Say We All!

Avatar do usuário
VR5
Capitão
Mensagens: 448
Registrado em: Qua Abr 01, 2015 7:42 pm

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor VR5 » Qua Set 07, 2016 12:02 pm

Adama escreveu:Uma pena a péssima divulgação da Paramount aqui no Brasil, que certamente resultará numa baixa arrecadação na bilheteria.


Aliás: há anos que esse problema persiste. Não caberia a vocês do Sci Fi do Brasil, em conjunto com outros portais menos importantes, fazer uma carta conjunta com assinaturas (eu me prontifico) e enviar para a Paramount norte-americana? :?

Avatar do usuário
Adama
Administrador
Mensagens: 865
Registrado em: Qui Mar 05, 2015 5:35 pm
Localização: Astronave de Combate Galactica
Contato:

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Adama » Qua Set 07, 2016 2:51 pm

VR5 escreveu:
Adama escreveu:Uma pena a péssima divulgação da Paramount aqui no Brasil, que certamente resultará numa baixa arrecadação na bilheteria.


Aliás: há anos que esse problema persiste. Não caberia a vocês do Sci Fi do Brasil, em conjunto com outros portais menos importantes, fazer uma carta conjunta com assinaturas (eu me prontifico) e enviar para a Paramount norte-americana? :?


Sinceramente? Seria um esforço inútil. Há anos a Paramount tem essa relação de amor/ódio com uma de suas mais valiosas franquias. Muitos culpam a subsidiária brasileira sobre esse desleixo, mas o fato é que a estratégia de distribuição e divulgação global está centralizada na matriz. Essa ideia de lançar Sem Fronteiras em datas diversas em diferentes países, no momento em que a maioria dos lançamentos de maior apelo acontecem de forma simultânea nos principais mercados, foi deles - aliás, repetindo o que aconteceu com Além da Escuridão. A desculpa desta vez foram as Olimpíadas em agosto (detalhe: se aqui tivessem lançado o filme simultaneamente com os EUA e vários outros países, isso teria acontecido 2 semanas antes do começo das competições), imagino qual será no próximo filme.
So Say We All!

Ricardo Melo
Comandante
Mensagens: 388
Registrado em: Seg Abr 06, 2015 9:38 am

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Ricardo Melo » Qui Set 08, 2016 8:32 am

Minhas palavras sobre o filme, são quase iguais a sua "Adama". No meu caso, achei este filme o que mais aproximou com o espírito da franquia original. Com um diretor mais fã (o J.J. não era), não precisou ficar explicando ao público o que cada personagem é (como o primeiro) ou deixou a tripulação como coadjuvante total, enquanto o Benedict Cumberbatch mastigava o filme sozinho, como o segundo. Também não entendi direito o motivo do vilão se transformar e quase virar humano novamente e quem era os vilões além de ser caras maus. Mas tudo bem. Esperamos que a China salve mais esta produção e possamos ver um quarto filme.

Avatar do usuário
VR5
Capitão
Mensagens: 448
Registrado em: Qua Abr 01, 2015 7:42 pm

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor VR5 » Sex Nov 04, 2016 9:51 am

Assisti e não "bipou" muito no meu radar. Para não me delongar demais vou reproduzir aqui algo que vi no blog do Jefferson Ryan:

A expectativa era elevada. Afinal decidiram fazer de conta que o segundo filme não existiu e não dava para fazer algo pior que Into The Darkness, certo?
Certo?
Aummmmm…
Por onde começo?
O filme tenta demais ser engraçado e exagera. O encontro de Kirk com os Teenaxi e o de Scott com Jayla são exemplos embaraçosos disso;
Eu entendo que apreciar um filme de ficção científica pode requerer altas doses de suspensão de descrença. Estou pronto para aceitar a gravidade artificial (porque é necessário para não engessar a maioria das tramas), que do espaço os sensores da Enterprise possam dizer ser há vida no planeta e onde e até localizar com precisão de metros um objeto minimamente radioativo (seguro para humanos) do tamanho de um ovo de codorna. Mas eu não acho que isso autorize o roteirista a me tratar como idiota e exigir que eu ignore tanto, tantas vezes e desnecessariamente os princípios fundamentais da física. Principalmente aqueles que um ser humano não pode ignorar se quiser viver. Eles nem tentam dizer que as naves, os salva-vidas e até os torpedos da Enterprise são feitos de um tipo especial de borracha espacial capaz de anular os efeitos da inércia. Eles querem que eu veja gente saindo ilesa dos impactos sem que isso me distraia. Pior que isso é não haver consistência: Scott pode se salvar da queda de dezenas de quilômetros desde o espaço até a superfície do planeta dentro de um torpedo adaptado às pressas, mas aqueles últimos 200 metros de queda é que o teriam matado, né? Acho que “passar do chão” é o que mata no universo desse pessoal;
Não podemos esquecer os drones minúsculos que tem sua própria atmosfera e que podem abrir uma porta para o espaço sem sufocar Bones e Spock. Duas vezes!
O alto comando da federação é retratado como palerma. O quê? uma fêmea de uma espécie desconhecida chega pedindo ajuda que requer atravessar uma perigosa nebula que vai bloquear comunicações e ingressar em território nunca mapeado e o que fazem? Claro! Agora mesmo! Vamos mandar nossa melhor nave! E com a tripulação completa!
Kirk é retratado como um palerma. Ao chegar nas vizinhanças de um planeta desconhecido eles são recebidos por uma força desconhecida. O que um comandante da frota estelar (aquela organização que supostamente é não-militar e atua como força de paz interestelar) deveria fazer? Recuar imediatamente, certo? O que Kirk faz? Ataca com tudo o que tem o que bem poderia ser (e de certa forma era mesmo) a força de defesa do planeta. Macacos me mordam, eu fiquei pensando na cadeira: recue, recue, RECUE! (eu estava ainda acreditando na seriedade do roteirista) E Kirk só tentou fazer isso quando percebeu que não era o maior cachorro naquela briga e não tinha mais como;
Kirk tem uma idéia insana para fugir do planeta. Ele testa primeiro com a tripulação não essencial a salvo em algum lugar, já que o teletransporte está funcionando e o inimigo já está saindo do planeta mesmo? Claro que não. O filme só fica emocionante se você testar suas idéias insanas com toda a tripulação dentro da nave!
Se você é obrigado a atravessar uma nebula é porque ela é tão enormemente larga que mesmo a velocidade de warp contorná-la levaria tempo demais. Mas no final do filme o diretor dá a impressão de que a estação Yorktown foi construída bem pertinho da nebula, o que seria algo bastante questionável do ponto de vista da segurança de todos os que vivem ali. O espaço é enorme! Onde será que devemos construir nossa imensa estação espacial e entulhar com milhões de civis? Bem do lado dessa imensa parede cujo outro lado não podemos ver e nossos sensores não alcançam, claro!
Mas que “arma suprema” idiota…
E que vilão sem graça é esse, gente!? Tragam Khan de volta!
Assistir de novo a um episódio qualquer de Enterprise é um uso muito melhor do meu tempo que ver esse filme. E olha que eu assisti a Star Trek 2009 umas cinco vezes e apreciei todas elas.
O que se salva no filme? A cena em que Bones e Spock discutem sobre o colar de Uhura.

Avatar do usuário
Adama
Administrador
Mensagens: 865
Registrado em: Qui Mar 05, 2015 5:35 pm
Localização: Astronave de Combate Galactica
Contato:

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Adama » Sex Nov 04, 2016 5:28 pm

Se for avaliar qualquer filme sci fi de aventura contemporâneo - um Star Wars: O Despertar da Força por exemplo, além de outros da própria franquia Star Trek - sob a ótica desse Jefferson Ryan, 90% deles terão inconsistências desse tipo. O cara não gostou do filme, ponto. Tivesse gostado, ele arranjaria explicações para todos os furos que apontou.
So Say We All!

Avatar do usuário
VR5
Capitão
Mensagens: 448
Registrado em: Qua Abr 01, 2015 7:42 pm

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor VR5 » Sex Nov 04, 2016 7:08 pm

Pois é: acho que no fundo eu que não sou mais tão trekker mesmo...rsrsrs... :oops:

Avatar do usuário
Adama
Administrador
Mensagens: 865
Registrado em: Qui Mar 05, 2015 5:35 pm
Localização: Astronave de Combate Galactica
Contato:

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Adama » Sáb Nov 05, 2016 12:52 pm

VR5 escreveu:Pois é: acho que no fundo eu que não sou mais tão trekker mesmo...rsrsrs... :oops:


Afirmação comum pra quem não curtiu a Kelvin Timeline, sem dúvida um divisor do fandom de Star Trek.
So Say We All!

Ricardo Melo
Comandante
Mensagens: 388
Registrado em: Seg Abr 06, 2015 9:38 am

Re: Star Trek: Sem Fronteiras (2016)

Mensagempor Ricardo Melo » Qui Fev 02, 2017 11:09 am

Bilheterias finais:


STAR TREK (2009)
custo:$150 million
renda domestica: $257,730,019 - 66,8%
renda estrangeira: $127,950,427 - 33,2 %
Total: $385,680,446

STAR TREK - Into Darkness (2013)
custo:$185 million
renda domestica: $228,778,661 49.0%
renda estrangeira: $238,586,585 51.0%
Total: $467,365,246

STAR TREK - Beyond (2016)
custo: $185 million
Domestica: $158,848,340 46.9%
Estrangeira: $184,623,476 53.8%
Total: $343,471,816


Voltar para

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: 2 e 0 visitantes

cron